Como cuidar: Separe máscara de tratamento entre Reconstrutoras, Hidratantes e Nutritivas

Posted on

Hoje resolvi escrever sobre como classifico as máscaras de tratamento, para saber se funcionam ou não, antes de resenhar aqui no blog.

Muito tempo atrás, pensava que todas deveriam deixar o meu cabelo macio e desembaraçado, esse era o meu único parâmetro para saber se era boa ou não.

Graças ao tempo e tudo que aprendi depois no blog, descobri que nada funciona assim, por isso sabendo classifica-las pelo menos podemos ter uma ideia do que esperar delas e se vai funcionar ou não no nosso caso.

Não adianta gastar horrores com máscaras com a mesma finalidade, pois uma hora isso irá saturar o cabelo, então é bacana até ter em mente isso para gastar menos e aproveitar mais os produtos.

Podemos comparar com a nossa alimentação, a pessoa pode adorar batata frita, mas se comer todo dia por 1 mês ou 2 em todas as refeições vai enjoar concordam?

O mesmo acontece com nosso cabelo, por isso é tão importante o tão famoso cronograma capilar, que inclusive a Lucy do Produtinhos no Cabelo e a Diana do Help dos Cabelos estão fazendo.

Mas no final vou comentar mais sobre isso e indicar uma série de posts para quem quer entender um pouco mais sobre o assunto, agora vamos para o meu resumo:

cuidados-cabelos
cuidados-cabelos

Editando: Minhas máscaras favoritas estão aqui!

1. Hidratação, nutrição e reconstrução

Classifico as máscaras de tratamento nessas 3 categorias, embora dificilmente elas serão apenas uma delas (normalmente contém nutrientes, reconstrutores e hidratantes na mesma), podemos saber onde se encaixam melhor pela sua concentração.

Como já avisei aqui, a ANVISA não obriga as marcas colocarem a ordem de concentração decrescente na embalagem, então o jeito é descobrir na prática observando o resultado.

O primeiro passo é observar a embalagem, o que vem escrito no rótulo podemos fazer uma classificação superficial, depois de testar vendo o que aconteceu com o cabelo conseguimos examinar melhor.

2. Rótulo: o que faz parte do que?

Ingredientes hidratantes: ativos naturais como frutos, frutas e ervas.

Ingredientes nutritivos: vitaminas, óleos, manteigas e ceras vegetais.

Ingredientes reconstrutores: aminoácidos e proteínas como a queratina (e suas derivações) e colágeno.

3. O que cada uma faz:

Hidratação: repõe a água perdida, responsável pela elasticidade dos fios, deixa os cabelos macios e desembaraçados.

Nutrição: repõe nutrientes perdidos, responsável pelo caimento/formato dos fios, brilho e combate o excesso de frizz.

Reconstrução: reestrutura a fibra capilar, selando as cutículas, acabando com a porosidade dos fios (seca mais rápido).

Como separar:

Eu primeiro olho o rótulo e vejo os ingredientes que o produto contém, se forem classificados apenas em uma categoria ok, já sei onde vai.

Agora se possuírem ativos de mais categorias, usando percebo através do resultado de qual ingrediente a concentração é maior, para facilitar a nossa vida separei algumas características de cada tratamento.

Hidratação o cabelo fica macio e sedoso; Nutrição consegue fazer o cabelo se comportar melhor diminuindo seu volume; Reconstrução deixa o cabelo mais forte fazendo além da sua resistência aumentar que a secagem seja mais rápida, se usada em excesso deixa o cabelo áspero.

Se não mato na hora do rótulo, na prática acabo percebendo pelo resultado se classifico como hidratante, nutritiva ou reconstrutora, mas como comentei desde o início elas na maioria das vezes não são apenas de uma categoria, logo devemos prestar atenção a principal concentração e na segunda para não usar, por exemplo, uma máscara hidratante com queratina antes ou depois de uma reconstrutora.

Como montar o seu cronograma:

Depois de descobrir o que cada máscara é e encaixa-las em 1 ou 2 categorias, está na hora de observar o que o cabelo precisa, nos testes mesmo para saber o que é o que podemos observar como ele responde.

A frequência de cada tratamento varia para cada cabelo, pois só nós sabemos o que usamos (químicas) e o seu real estado, por isso uma tabela pronta é difícil (senão impossível) de servir a todas.

Mas para montar a sua a base pode ser essa:

  • Reconstrução: dependendo o estado do cabelo 1 x por semana ou 1 x a cada 15 dias, sendo bacana antes dela começar com uma hidratação, depois dela deve ser feita uma nutrição.
  • Nutrição: para cabelos lisos e/ou com coloração 1 x por semana, para outros tipos de cabelos 2 x por semana.
  • Hidratação: 2 a 3 x por semana independente do tipo de cabelo.

Inicialmente a primeira tabelinha dele ficar assim: Hidratação, Reconstrução e Nutrição.

Depois desse primeiro ciclo, vc vai descobrir qual o seu cabelo reagiu melhor, então vai montar o segundo trocando a ordem e aumentando ou diminuindo aquilo que precisa ou não.

Lembrando que o milagre não acontece no começo, para um resultado satisfatório é necessário continuar sempre fazendo isso, alterando os produtos reconstrutores, nutritivos e hidratantes.

Vou dar um exemplo aqui do que faço:

  1. hidratação, reconstrução, nutrição
  2. hidratação, nutrição
  3. reconstrução, hidratação, nutrição
  4. hidratação, hidratação

Estou falando do meu cronograma considerando apenas as máscaras de tratamento, não estou levando em conta aqui shampoo, condicionador e leave in, estou só mostrando como pode ser feito.

Não existe regra, mas sim aquilo que o cabelo precisa, conforme o tempo passar vc sozinha vai conseguir observar o que ele quer exatamente.

Cuidados:

Reconstrução: cabelos quimicamente tratados precisam de reconstrução, cabelos virgens não precisam tanto, logo seja qual for o seu tipo tenha isso em mente.

O excesso de reconstrução faz os cabelos ficarem ásperos, por isso intercale e diminua a frequência se vc perceber, além disso aumente as hidratações depois.

Nutrição: ela cai melhor em cabelos secos e crespos, por isso se o seu cabelo for oleoso ou liso faça apenas 1 x por semana, mais que isso pode deixa-lo mais oleoso ainda.

Hidratação: sem contra indicações, é a etapa que menos precisamos gastar, existe uma infinidade de máscaras hidratantes no mercado.

Mais sobre:

Separei alguns posts de outros blogs bem interessantes para quem quiser saber um pouco mais sobre o assunto.

Esse post de hoje é um resumo com um pouco mais de informações desse post aqui do Testando.

A Lucy do Produtinhos no Cabelo explicou melhor aqui sobre os 3 passos.

A Carla do Eu Amo Cabelo postou aqui alguns detalhes bacanas, como o teste de resistência e estado dos fios, antes de começar a fazer o cronograma.

A Diana do Help dos Cabelos postou aqui sobre o seu cronograma.

A Paula do Beleza Sem Fronteiras postou aqui sobre o equilíbrio da reconstrução e hidratação.

A Rosana do Encaracoladas postou aqui seu resumo sobre cronograma.

No facebook a Diana e a Lucy criaram um grupo para discutir sobre o cronograma aqui.

Não existe fórmula milagrosa ou uma tabela rígida, o importante aqui é perceber do que o cabelo precisa e ir alterando a ordem dos produtos, principalmente os reconstrutores.

Saber que existe essa diferença entre eles já é o primeiro passo.

Para resumir, resolvi fazer uma tabelinha bem simples, com as principais características de cada:

O que é Ingredientes Efeito imediato O que realmente faz
HIDRATAÇÃO ativos naturais como frutos, frutas e ervas Cabelo macio e desembaraçado Repõe a água perdida dentro do fio
NUTRIÇÃO óleo, vitaminas, manteigas e ceras vegetais Reduz o volume (ajuda no caimento dos fios), evita frizz e devolve o brilho Repõe nutrientes perdidos
RECONSTRUÇÃO queratina com todas suas derivações e colágeno Aumenta a resistência, sela as cutículas fazendo secar mais rápido (acaba com a porosidade dos fios) Reestrutura a fibra capilar restaurando a sua parte interna
Gravatar Image
Paulista com 26 anos completamente apaixonada por cosméticos, atualmente ruiva depois de um longo período loira, não sai de casa sem blush e viciada em seriados.